segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

No Alabama (2)

Oies!

Não vou perder tempo dando desculpas pelo desaparecimento. Estava ocupada, vocês sabem. Estava sem o vaiomeu, vocês também já sabem. Vamos aos fatos.... alguns.

Quesito escola. Escola das meninas. Claro que escolhemos a casa onde estamos morando tendo em consideração a escola, foi o fator 1,2, e 39824219,8 da nossa lista de prioridades . Bairro bom, escola boa. É assim que funciona aqui, já que a criança obrigatoriamente deve ir à escola pública da região que mora (ou, claro... pode ir para uma particular a sua escolha).
O que posso dizer além de que é assustador?
Assustador como uma middle school pública no meio do nada num estado tido como atrasado (para eles, americanos) consegue ter uma infraestrutura que nós temos no Brasil em apenas algumas top escolas particulares caríssimas.
Assustador como fomos super bem recebidos, tratados com carinho e praticamente colocados no colo por todos que nos receberam nas escolas, na middle e na high school. Não me lembro de ter sido tãoooooooooo bem tratada assim em NE NHU MA escola em que minhas filhas estudaram. NUN CA. Nem mesmo nos  colégios militares em que elas estudavam (e que sempre tive como referência de boa escola pública). Cordialidade, paciência, atenção total. Numa escola pública, ou seja, paga e mantida com impostos de americanos, onde minhas filhas, estrangeiras, irão estudar sem pagar um centavo. Num estado super complicado do ponto de vista do racismo, onde existem estatísticas escola-a-escola, sobre quantos brancos, negros, latinos, asiáticos, índios e etc (sim, existe a opção etc... chama "multiracial" e foi onde fiz o X das minhas filhas), onde se tem a fama de se tratar mal os de fora...
Assustador.
Assustador ver que no dia seguinte da matrícula elas deveriam estar na escola, onde receberam computadores, livros (enormes, de capa dura, praticamente um tomo de biblioteca cada um) de graça... (paguei 25 dólares de seguro por cada computador).
Assustador perguntar sobre a lista de material escolar para a diretora e ela me olhar com cara de Whaaaaaaaaaaaaaaaaat?!?! e me responder que ela poderia trazer um lápis, uma caneta ou algo assim, mas que não era obrigatório já que qualquer coisa que ela precisasse teria na sala de aula.
Assustador...


Filhotas amando as repectivas escolas. A menor, baby 2, totalmente no céu. Eu? De queixo caído, procurando algum defeito ou problema pra reclamar. Nada até agora para reportar.



Esses americanos estão me dando medo.



(continuo depois)


5 comentários:

  1. AS estatisticas, os premios Nobel, as empresas de inovacao nao negam!

    ResponderExcluir
  2. Se o Brasil tivesse metade desse atraso ai estariamos bem, né?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caraca, metade desse "atraso" daqui e seríamos top!

      Excluir
    2. Este comentário foi removido pelo autor.

      Excluir

Falaê...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...