sexta-feira, 8 de março de 2013

O caso do BIS (ou inveja do pênis).

Cadê o meu piu-piu?!?
Yeahhhhhhhhh, hoje é nosso dia. Dia das mulheres SIM!E temos muito a comemorar e agradecer. 
Não sei quanto a vocês mas agradeço muito ter nascido mulher. Que baita experiência! Nos bons e nos maus momentos. Até nas cólicas e crises de TPM. Adoro ser drama queem. Sou mulher, mulherzinha e mulherão, tudo ao mesmo tempo e agora. Sou mulher que se vira e que também se dá ao direito de ter suas frescurites. Sou constância e incerteza. Adoro novidades e cuido das minhas raizes. Talvez tenha sido uma felizarda pois não sofri nenhum tipo de problema devido ao fato de pertencer aos sexo forte. Frágil são eles, que precisam de nós para tudo... até para nascer. Brincadeira... 
No fundo acho uma grande besteira isso de guerra dos sexos, dessa picuínha de quem é ou não mais forte, mais isso ou aquilo. Não estou aqui para competir, vim ao mundo pra ser feliz e se possível fazer feliz quem estiver por perto. Sem maiores pretensões, sem sonhos de grandeza nem rompantes de sabe-tudismo. 
Nunca tive vontade de ser homem. Mas em homenagem à data confessarei que passei pela fase da famosa "inveja do pênis".  Freud ... mil affs pro senhor! É um causo que faz sucesso até hoje na família, motivo de riso e constrangimento sempre que relembrado. Lá vou euz me entregar na web e pagar mais um king kong gratuito. Porquê?!?  Vai saber... 
Conta minha mamily (sim, ela também acredita que uma das funções da maternidade é gravar na memória todo e qualquer furo das pimpolhas pra depois fazer elas pagarem mico ad eternum) que quando a fofa aqui tinha uns dois anos botei a família de cabelo em pé por que queria por queria um "piu-piu". Palavras minhas, segundo ela. E era um tal de pedir um piu-piu pra todo mundo que surgisse na minha frente. Tia, avô, vizinha, ninguém escapava da minha idéia fixa. E não bastava pedir... eu-baby explicava que queria um piu-piu pra fazer xixi de pé igualzinho o priminho Y. Imaginou a cena? Poizé, kkkkkkkkkkkk. Quem solucionou o "problema" e acabou (ou não) com a loucura foi meu vô L (o vô mais maravilhoso deste mundo) que um dia chegou na minha casa com um presente... uma caixa de BIS. Ãh? Como assim? Também perguntei pra fonte, Doña Onça I. Ela disse que eu pulei de alegria, abri a caixa de chocolate, peguei um deles e enfiei na calcinha, toda feliz dizendo que "agora também tinha piu-piu". Meu avô era um gênio! O caos foi me convencer a parar de fazer xixi de pé, com um bis dentro da calcinha, kkkkkkkkkkkkkkk. Estava toda feliz e satisfeita com o adereço tão almejado. Aparentemente logo depois de uns dias a minha "inveja do pênis" passou, ao ver que o presente estava com defeito. Imagina a minha decepção.... meu piu-piu não funcionava. Oh, dó! Sinto falta de ar de tanto rir, kkkkkkkkkkkkkk.
Anos de psiquê economizados pelo custo de uma caixa de bis e de umas calcinhas sujas de xixi e chocolate!

2 comentários:

  1. Ainda bem que te deram uma caixa de bis..já pensou se fosse um toblerone?????

    ResponderExcluir
  2. adorei!!!!
    http://brecho-princesa.blogspot.com

    ResponderExcluir

Falaê...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...