segunda-feira, 24 de março de 2014

Carta aberta à São Pedro.

Caríssimo,

Adorei o lema da nova campanha 2014... Grande Pedro!


Venho respeitosamente, por meio desta, dizer que assim não está funcionando. Não mesmo. Não, não e não. Definitivamente... não. 
 Serei direta e reta, ainda que isso me custe uns pontinhos negativos futuramente. Se o Senhor conferir na minha ficha aí em cima (já informatizaram? ouvi dizer que o processo estava em andamento...) verá que conforme prometido não tenho mais reclamado muito sobre clima, tempo e afins. Não desde que saí do sul maravilha. O que não significa que o assunto tenha sido resolvido, não mesmo. Até onde sei, tenho minhas fontes, a confusão entre as quatro estações nos pampas continua com vantagem para o inverno, que cooptou a primavera e o outono, tomando seu espaço quase completamente e levando ao radicalismo do verão, que se viu comprimido contra a parede. A queda de braço continua por lá e nada foi resolvido. Cansei de assinar listas a aavaz e ligar pro seu departamento. Tem algo que não está funcionando bem por aí. 
Não adianta negar. 
O que me leva ao ponto desta missiva: a impressão que se tem, do ponto de vista de uma simples mortal avec pecadora, e que está de fora, é que não tem nada funcionando mesmo. Sei que pode parecer abuso mas acho que está na hora de uma repensada no organograma admistrativo aí de cima. Especialmente no caso de alguns que andam acumulando cargos. Exatamente como no seu caso. Olha, Pedrão, você é bom mas não está dando conta. Não estou discutindo sua capacidade ou competência, nada disso, mas... é preciso reconhecer que algo não está saindo direito. É preciso ser mais do que uma rocha pra dar conta de tanta responsabilidade. Guardião da chave dos céus, o que te faz chefe de toda guarda da fronteira celeste e como se isso fosse pouco, sei que o TP (todo phoderoso) faz questão que esteja lá presente na triagem recebendo os selecionados, um a um. Isso só já é trabalho de sobra. Mas é só uma das suas atribuições! Tem o comando do ministério da Água, Abastecimento e Afins que envolve não só chuvas (e o clima em geral) como também a agricultura (se não chove na hora certa, no lugar certo e pelo período certo sabemos muito bem pra onde vai a lavoura...) e o controle macro da ecologia. Sim, sei que é um entusiasta da causa verde e talz, que a questão o empolga. Mas, como disse... não está funcionando. Chama o seu encarregado e confira os últimos desastres ambientais no planetinha azul. Não sei qual é o problema, mas não tem como negar que há um problema!
E pra complicar tem seu cargo como bispo emérito de Roma. Não me venha com esse papo que isso não passa de um título honorífico. Sei que gasta um bom tempo no Vaticano e que faz questão de presidir o conselho geral que assessora seus representantes na cristandade católica. Falando nisso, meus parabéns, o senhor arrebentou a boca no balão na eleição do último Papa. Francisco é pop! Mas isso só me faz pensar no quanto tempo gastou nas manobras políticas para resolver essa questão. Não vou dizer que tempo é dinheiro, pois sei que os valores envolvidos aqui são outros, mas.... Nem o senhor consegue estar presente  em todos esses lugares ao mesmo tempo. E, sua equipe não anda fazendo um trabalho satisfatório. É ou não é?
Além disso tem seu cargo como representante na Casa dos Santos. Onde mais uma vez além do exercício de intermediação dos seus devotos - que não é pouca coisa tendo em vista o tamanho do seu eleitorado - acumula também o cargo de Presidente da Câmara com o de Primeiro Ministro do TP! Olha, não tem como dar certo. Não mesmo. Até aqui em baixo a gente já admitiu a importância da separação dos três poderes. Não o estou culpando, só analisando os fatos. Sei que deve ser difícil dizer não para Ele e tudo o mais... Só que esse excesso de centralização conjugada com a pesada máquina admistrativa e a burocracia... tem tornado o sistema falho e ineficiente. Pronto, falei. Façam uso de um pouco de humildade e repensem o tema.
É isso aí, o sistema deveria ser mas não é eficiente! A máquina está grande, pesada e, sem querer ofender... velha, confusa e ultrapassada. Quase gagá. Não quero melindar ninguém, longe de mim. É 100% crítica construtiva de uma fã (e eleitora).
Quando vocês tomaram as chaves do poder vieram com todo aquele papo de enxugar a máquina, que o monoteísmo iria tornar tudo mais ágil e fácil, bla blá blá. E, olha, antes mesmo da gente piscar os olhos... seus partido tinha deposto os antigos deuses e tomado posse do céu. Agora, sente a dificuldade nossa. O olimpo se foi, mas no lugar dele entrou um congresso de santos que é quase 30 vezes maior, e sem falar do sindicato dos anjos e do lobby pesado dos beatos e cia limitada. Sem querer ofender, mas a coisa tomou tal proporção que hoje a gente não sabe mais pra quem recorrer e chega a dar saudades dos velhos tempos... Zeus e sua turma podiam não ser perfeitos (quem é?) mas eram uma equipe pequena e até eficiente comparada a esse elefante branco de hoje. Nós tínhamos nossos antepassados patrocinando nossas causas familiares (lares romanos, remember?) e sabíamos de cor e salteado a lista de quem-é-quem no poder. Super fácil na hora do aperto, a gente sabia exatamente o que cobrar e de quem.  Não, não estou conspirando contra nem nada. São apenas dados que precisam ser levados em consideração. Afinal não é o bem de todos, o progresso e evolução do homem, a paz entre irmãos, a felicidade e a promessa de um mundo melhor que está em jogo?
Caraca, vocês são o time da casa e estão perdendo o campeonato (mesmo tendo o mando de campo) pra um bando de fedelhos mimados de asas queimadas e "revoltz". Olha, não quero pisar no calo de ninguém, mas acho que a falta de um certo tato diplomático fez vocês perderem o Lux. Na boa, foi pura arrogância... e olha no que deu. O cara não só mudou de time como hoje é o lider da oposição. Perderam uma liderança e ganharam um adversário de primeira linha. E não vem com esse papo de que isso fazia parte dos planos, que essa história de  cobertura não cola faz tempo. Mas deixa isso pra lá, que essa não é a questão principal por hora. Desculpa ter tocado no assunto, sei como que o tema é um fio desencapado.
Pedrão querido, a situação está feia e vocês estão perdendo o controle. Veja só, o meu caso, coisa simples e corriqueira. Não era pra estar aqui te incomodando, mas se o faço... é justamente por conta dessa inoperância toda. Tudo que quero saber é o porquê dessa baderna no seu ministério, especificamento no setor de secos e molhados (chuvas e estiagem). Tem alguém fazendo baderna por lá. É proposital? É problema de pessoal ou falta de manutenção nas torneiras do céu?
Seria sabotagem? Sacanagem pura e simples? Algum agente duplo?!?
Qual o pro-blE-MA???!!!
Longe de mim duvidar da sua capacidade gerencial... sou uma big fã, aprecio a causa e tudo o mais. Só que não está funcionando, se estivesse não estaria aqui aporrinhando seu santo saco. Veja só que esse auê todo não teria o menor sentido se sua equipe estivesse trabalhando direito. Tudo que quero é saber com quem falo pra resolver a questão da chuvas (enlouqueceram de vez) na minha cidade e se, não for demais no meu país. Sei que isso de bairrismo soa meio egoísta, mas como diriam os experts na questão: pense globalmente, aja localmente. Não tenho nada contra uma chuvinha a mais, um atraso aqui ou acolá, mas... sei que tudo tem (ou espero que tenha) um motivo maior, mas... (sei que estou abusando do MAS, mas... ) é preciso ter em mente a situação total. Sabe quanto tempo perco (perdemos) presos em engarrafamentos por conta dessa torneira pingando além do previsto? Sabe quantos acidentes (fatais ou não) acontecem ano após ano por conta das melodiosas "águas de março fechando o verão"? Sem falar que o aguaceiro agora começa em janeiro mesmo... antes fosse só em março! Sei que não é pra ser fácil, que devemos superar nossos obstáculos, fazer uso dos nossos dons, tem todo o lance da livre inciativa, responsabilidade e independência e que sem trabalho duro da nossa parte não há recompensa (resumindo: livre arbítrio) mas, na hora do aperto é bom saber a quem recorrer, nem que seja só pra desabafar.
Outro dia fiz uma ligação pro seu departamento, atenderam depois de me deixarem pendurada horas e horas no call center ouvindo o cantico dos canticos. Não é por nada não, mas nem estou podendo ouvir o nome do Salomão. Saturou! Bem, isso são detalhes, deixa pra lá... Quando finalmente me atenderam, sabe o que disseram? Que meu pedido seria examinado assim que o senhor voltasse da reunião trimestral do G12 com os apóstolos. Ok, tinha esquecido desse seu outro (mais um, mais um!) cargo, presidente do conselho apostólico. Passou uns dias, ninguém retornou, passei um email (tudo pra não ouvir os cantares... se a intenção era descongestionar o telefone, conseguiram) perguntando sobre meu processo. Resposta? Ainda não tinha sido despachado, o senhor estava fazendo uma turnê pelas cidades onde é padroeiro (e conselheiro espiritual).  Naquele instante parecia que estava sobrevoando São Petersburgo. Entendeu a questão? Mais um cargo (e encargo) que nem me lembrava... e sua equipe não decide nada sem sua presença! Caraca, assim não dá. Ou muda o estilo de gestão, descentraliza ou demite essa turma toda.... estão ali só fazendo número (e que número!) e de nada servem se não possuem autonomia pra resolver casinhos de pequeno porte como o meu. Bufei, estrilei... e perdoe-me, acho que faltei com o respeito com um dos seus assessores. O chefe de gabinete tem me evitado, pra dizer pouco (tem é fugido mesmo!). Tenho minha parcela de culpa, não estou me eximindo dela, mas... em defesa própria só posso dizer que não sou santa. Se o fosse estaria aí e não aqui, claro. Foi quando resolvi que talvez conseguisse solucionar a questão por outros meios. Não se preocupe, nada heterodoxo. Também tenho restrições aquele tal de Cacique Cobra Coral, apesar de saber que o lobby dele é forte e impressionantemente... eficiente. Não entendo como, mas o fato é que não posso negar que ele tem passagem livre no seu departamento e tem obtido bons resultados. Sou pragmática, não estou julgando. Bem, de volta à minha pequena questão, resolvi que talvez procurando alguém menos ocupado, talvez resolvesse o problema. Afinal, dava pra conter bastante os danos se os bueiros estivessem funcionando e a água sendo drenada. Fui, toda contente e serelepe (a boba) atrás do santo chefe pelo setor de drenagem e escoamento. Juro que morri quando um dos seus assistentes me passou a lista oficial de santos, beatos e afins. Claro que ele não sabia quem era o representante. Levei dois dias pra baixar todo o arquivo. E advinha? Não achei o titular da pasta!!! Na boa, bateu um certo desespero. Estive até imaginando se o setor não está na mão dos anjos rebeldes. Seria o caso? Isso explicaria muuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuita coisa! Olha só, toda essa questão envolve subterrâneos e sei que esse território é um tipo de faixa de gaza astral. Desisti, afinal não estou apta a me aprofundar nessa região. Voltei à lista, revi ela trocentas vezes, perdi completamente a noção de quem é quem, deu dor de cabeça. Tomei um chá, tomei coragem e liguei de novo pra um dos seus secretários. Horas de tortura ouvindo Salomão recitando e cantando depois... fui atendida. Algo me diz que estou ficando famosa, já sabiam meu nome antes mesmo de me apresentar. Desconfio que isso não seja bom, acho que seu chefe de gabinete anda falando de mim pro aí. Sei lá...  me botaram em algum tipo de lista negra, foi? Enfim, pareceu um cara se dizendo seu secretário (desconfio que seja só um estagiário, isso se não for o menino da correspondência ou dos garçosns da dona Jussara do cafezinho - baita cafezinho, grande dona Ju!) que foi logo avisando que o senhor estava fora (zero novidade), tinha ido pescar com o Bento (o ex-papa e não o santo, me explicaram). Ok, sei como é... todo mundo merece uma folga de quando em quando. Imagino o stress, mas... MAS! Caraca, estamos quase vivendo um neo-dilúvio (segundo os ecologistas locais) e o senhor me sai pra pescar?!? É brincadeira com minha pessoa? Desconfiei que estavam zoando e contive a vontade de mandar todo mundo... passear na roça do capiroto. Respirei fundo um - dois - três gotinhas de óleo essencial de lavanda e mudei de tática. Pedi ajuda para encontrar o responsável pelos esgostos e cia limitada. Parece que gostaram da idéia de se livrarem de mim passarem a questão pra outro departamento (deu pra ouvir um "ufa" ao fundo) e de repente toda assessoria estava consultando o livro (maior que o catálogo telefônico de Nova York) de santos e atribuições... blá blá blá. Estou aguardando até agora. Nem o seu gabinete conseguiu descobrir o responsável por esse departamento.
Estou dizendo, tem algo errado! Como assim não sabem quem responde pela área?!? Já ouvi falar em descontrole governamental (sou brasileira...), sei o que é uma maquina hiperlotada e inoperante, moro praticamente na esquina dos 39 ministérios (tem até um pra pesca, sabia? não me diga que também faz parte das suas atribuições... ) mas até aqui a gente consegue (na teoria) saber o nome do titular de uma pasta. Não que isso resolva algo, porque quando você vai cobrar começa um jogo de empurra-empurra e um discurso sobre herança maldita (falei, estou desconfiando seriamente de que a área caiu na esfera de poder do inominado decaído! confere aí...) e ninguém faz nada além de culpar quem? O senhor! Tudo aqui é culpa de São Pedro. Sua ficha tá suja aqui embaixo, se bobear tem até processo na vara, isso se já não estiver rolando uma intimação. Dá uma checada nos editais... Tem conferido sua correspondência? Veja se não tem alguma convocação pra se apresentar em juízo, fica a dica. Do jeito em que andam as coisas por aqui, estaria acionando o departamento jurídico agora mesmo... Vai que precisa? Isso se o senhor já não tiver sido declarado revel. Não quero causar pânico, é que o mundo anda tão de cabeça pra baixo, que é bem capaz... nada me surpreende mais! Melhor estar preparado.
Então é isso. Só vim dizer que continuo acreditando (apesar de tudo) e que compreendo que esteja sobrecarregado (descentralize, tem santo demais por aí sem função certa, passe algum serviço pros caras), e não pretendo chatear mais ninguém do gabinete (deu pra ouvir as palmas e os pulinhos de satisfação daqui... contenha seu staff, please). Também não vou mais ficar escrevendo cartinha, mandando email e lotando seu serviço de telefonia com chamadas. Tudo que quero é um nome. Só isso. Com quem falo pra desentupirem os bueiros de Brasília? Quem é o santo (anjo também vale, sem preconceito) responsável pelo serviço público? Ajude-me a te ajudar... um nome, só peço isso: um nome e paro de incomodar.
Cordialmente,

Uma quase boa cristã cansada de surfar nas ruas (rios?) da capital.


PS: Se não for pedir muito, um carro-anfibio também ajudaria. Tipo assim, uma medida paliativa enquanto vocês descobrem o Santo desaparecido ou nomeiam um pro cargo. Ah, já andei falando com o Expedito e ele disse que o setor das causas impossíveis está hiperlotado, que está cheio de descascar abacaxis e que não vai assumir mais essa não! E ainda andou me passando um sermão sobre todo mundo achar que sua causa é urgente. Sei lá, mas ele me pareceu meio estressado. Que tal chamar ele pra próxima pescaria? Parece que está necessitado....

PS2: Sei que pode parecer abuso, mas que tal um seminário organizacional sobre produtividade celeste e administração eficiente com Zeus? O cara está relax, aposentado (curtindo a vida adoidado, por sinal) e saca das coisas. Soube que até a Atená se mostrou disposta a colaborar. Eu não dispensaria a deusa (ok, ex-deusa) da sabedoria numa situação caótica dessas, ainda mais se ela está disposta da fazer consultoria "di grátizzz". Vamos pensar grande, superar ressentimentos, isso de mono versus poli (teísmo) já foi superado. Sei que ainda tem o lance da declaração do Homero sobre a não civilidade dos mono, mas isso são águas mais do que passadas. Sem ressentimentos. Conversar não custa nada.... 

Beijo grande!

4 comentários:

  1. Gê,amei o texto ,mas a parte do "horas e horas pendurada no call center ouvindo o cântico dos cãnticos" foi ótima,já tive até uma idéia depois disso,hehehehe...

    ResponderExcluir
  2. Auhauaaua capaz de colocarem seu texto na caixa de spam... tantas coisas erradas...

    Kisu

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. talvez seja a explicação pra nunca ter resposta... virei spam

      Excluir

Falaê...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...