quarta-feira, 2 de outubro de 2013

Tour em Washington (4)

COMPRAS 
Zamigas perguntando sobre comprinhas. Vamos ser sinceras. A situação tá preta, o orçamento tá justo e o dólar não anda fazendo o estilo irmão camarada. Claro que fiz compritchas, mas nada como antes. Apesar de tudooo ainda vale a pena gastar dindim nos States, tanto no quesito preço quanto no tema qualidade... 
O bonitão: 1 base + 2 móveis.
Começando por um história de compra que ninguém vai acreditar. Se é que o ocorrido pode ser chamado de "compra". 
Euz mesma não acreditaria SE não tivesse acontecido comigo avec amoremio. Ganhamos um telefone (Motorola L603M) 100% free. Explico. Estávamos em uma loja de eletrônicos qualquer , maridex passeando e ficando doido... 
Já cansada, depois de um dia todo andando pelo National Mall, sentei no café para esperar. Quando olho e vejo a promoção de uma empresa (não digo o nome, ni muerta) de telefone em que apresentava um pacote de serviços mais ou menos assim: por 29 doletas ao mês telefonemas para fixo ilimitados e XYZ minutos para celular (pro mundo inteiro). E, ainda tem mais, experimente nosso serviço por um mês de graça, pague só 10 dólares nos primeiros 3 meses e ainda leve de brinde um telefone Motorola. Yeap!!! Morri de raiva. Sei o quanto rebolo pra manter a conta de telefone dentro do... que sei lá, pode ser chamado de limite do razoável aqui em casa. Maridex voltou, mostrei pra ele e disse candidamente... Amore, vai ali ter um ataque cardiaco. Amada esposa essa que vos fala. Não acham?
Para minha surpresa, ele não só foi... como além do ataque cardíaco também teve um AVC e assinou o pacote. O vendedor garantiu por A + B que tudo funcionaria no Brasil. Ganhamos nosso motorola bonitão. Um dos itens de compra obrigatória nos States era justamente um telefone novo para casa, o nosso old (motorola tbm) estava velho e dando problemas depois de anos de bons serviços prestados. Ficamos, claro, com a pulga atrás da orelha. Quando a esmola é grande demais o santo desconfia. Que história é essa de dar de graça um telefone que custa (+ ou - ) 100 doletas?!? Tem algo errado. Tem que ter!
Amigos vieram nos resgatar e conversamos sobre o caso. Eles conheciam e usavam o sistema, tanto que ligavam pro Brasil sem dó nem piedade (29 doletas ao mês!), que já ouviram falar de gente que tinha levado o telefone pro país tropical, mas... que não sabiam se estava funcionando ou não. Isso foi na quinta feira à noite. Na sexta maridex, tal qual madalena arrependida, resolveu que tinha se metido numa fria e era melhor cancelar a assinatura. Ficou todo sem graça pensando em desculpas e motivos pra falar pro vendedor. Ai, ai ai... Daí eu lembrava: Amoremio, estamos na casa do tio Sam, remember? Se não gostou de algo que comprou é só devolver e pronto, assunto resolvido. Não precisa ter "motivo", é só dizer as palavrinhas mágicas: não quero mais, sorry. No fim do expediente (ele estava em reunião, trabalhando all day), voltou na loja com a caixa do telefone para devolver e resolver o assunto. Resultado? Assinatura cancelada, sem problemas. O vendedor ainda insistiu para que testássemos o sistema - já que o primeiro mês é free - antes de tomar a decisão, etc...  MAS não recebeu - de modo algum - o telefone de volta. Disse que era free, que era parte da promoção, que era presente... que isso & aquilo, mas não aceitou a devolução. Ainda sem entender exatamente como e porquê terminamos "ganhando" o motorola. Como assim?!? Também não sei. Fiquei até brincando com amoremio que, se barrados na receita federal (não fomos) ia ser dose pra elefante convencer a galera que o telefone tinha custo zero, era presente! 
Então, o telefone está aqui, já devidamente carregado e funcionado. E euzinha também acho tudo isso inacreditável. Só não dou o nome da empresa e a loja onde ocorreu os fatos por medo de aparecer um monte de brasileiro "esperto" por lá tentando dar golpe. Sinto muito. Conheço meu eleitorado e não confio mesmo na raça!

...

I need money.
Sobre as outras compras? As que fizeram uso do meu cartão de crédito...
Tentei me controlar. Mas a verdade é que... I NEED MONEY, more MONEY.
Três calças sociais da CK (a preço de banana em fim de feira na Burlington), três sapatilhas (ok, praticamente iguais: uma bege, uma preta e outra preta&branca), alguma maquiagem (pouca coisa - tinha postado foto no insta, made in Walmart e Walgreens (farmácia)... não tive tempo de entrar, apesar de ter passado por uma Sephora), três blusas (duas na sale da H&M e uma na forever 21). Não tive tempo de procurar uma loja Guess pra comprar um jeans novo. Gosto dos jeans da Guess. Achei os preços da Zara absurdos, um horror! O que está acontecendo nesse mundo, meud'uz?!? Nada de Victoria Secrets, me contive dessa vez.
E bolsas... não conto o número - vergonhoso - não olhei marca, compro se gosto e se custa menos de $50 doletas, não pago mais que isso nem que tenha sido costurada com fio de ouro por monjas cegas & descalças no alto himalaia... #meuladomuquirana. O engraçado foi a paleta de cores. Esse ano estou meio "caixa de giz de cera", começei com uma vermelha tomate (lá no Peru), e agora... verde, azul, só faltou uma amarela. Balancei, mas bolsa amarela ainda não estou pronta pra usar. Ups, mentira... acabei de lembrar que já tive uma da puma, amarelo neon, kkkkkkkkkk. Só agarantcho que não tem nenhuma do MK. Sei que pode parecer implicância (e é) mas tenho terror de bolsas e relógios do Micheal Kors, só de olhar uma perua deslumbrada brasileira usando um artigo dele me dá nojinho. Sou chata e assumo! Pra minha mamily linda, Doña Onça I, comprei uma bolsa preta básica da Nine West. Acho essa marca digna: boa qualidade, bom preço, bom negócio sempre.
Consegui descobrir uma panela ma-ra-vi-lho-sa pra fazer paella da cuisinart - achado do ano na TJ Maxx. Sábadão vou fazer paella pra estreiar ela. Duas formas pra cupcakes.
Comprei kilos (sem exagero) de gilette vênus (pacotão com 24 na cotsco), e sim... são infinitamente melhores do que as porqueiras que atendem pelo mesmo nome aqui. Briguei com maridex pq ele não me deixou comprar cotonete. Adoro cotonete americano... #aloka.
Enfim, essas foram as grandes compras dessa diva maltrapilha que se segurou bastante e NÃO comprou nenhum perfuminho, nem creminho. A maior extravagância foi, sem dúvida, a maquininha para limpeza de pele Clarisonic, mas pensa bem... somos 3 mulheres nessa casa. Euz, com pele oleosa e duas adolescentes com cravos e espinhas pipocando, foi um bom investimento se pensar no que se gastava $$$ com limpezas de pele em esteticista antes. Valeu a pena. Já testei e amei.
Mas o que me deixou mais FELIZ foi comprar um novo iphone (4S mesmo, igual ao anterior... não vi motivo técnico válido pra comprar um mais avançado, não preciso) pra substituir o que foi afanado em julho lá em Goiânia. Sou apleedependente, confesso.
E lápis novos pra minha coleção!
E esmalte OPI pra minha divosa lá de Curitibas (manda o endereço pra eu enviar, porfa).
Ah, teve também um óculos de sol no free shopping do Panamá.
Foi isso.
Agora que listei... estou me sentindo hiper consumista, ai ai.
Agora é tarde pra sentir culpa.


4 comentários:

  1. “não pago mais que isso nem que tenha sido costurada com fio de ouro por monjas cegas & descalças no alto himalaia” kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Poxa, e eu que andava de olho em umas bolsas da Michel Kors... vou lembrar do seu comentário, hahahahahaha.... Também preciso de bastante $$$$$$$$$$$$ pra fazer a festa nos states :-).

    ResponderExcluir
  2. Ahhh vc fez boas aquisições!!
    Pelo seu relato, mesmo com o dólar nada convidativo, parece muito vantajoso ir aos states fazer compras!!!
    Nossa!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Poxa, eu fiquei ansiosa aqui pelo numero de bolsas que comprou e só rolou a foto do Motorola? POr favor, ne??? E a curiosidade dos blogueiros? Como Fica?

    Kisu!

    ResponderExcluir

Falaê...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...