quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012

Baita dia para ser feliz!

O trágico não é morrer, afinal a morte tem boa memória, e nunca se esqueceu de ninguém.
O trágico é desistir de viver...
Então, o que tem de BOM para fazer hoje, vivente?
Vamos ser felizes, muito felizes: livres, leves, soltos, doidos... ok?
A festa da carne (carnaval) acabou... é tempo de quaresma de novo. Quarenta dias até a Páscoa. Já decidi qual vai ser meu sacrifício deste período. Coisa simples, kkkk... quarenta dias sem carne vermelha, chocolate e coca-cola. Explicando para quem não está por dentro. Durante esse pequeno tempo, os cristãos (eu, inclusive) devem (deveriam) fazer algum tipo de sacrifício como forma de reverência ao quarenta dias de jejum no deserto. Ainda que pese todo o sentido deformado que a palavra sacrifício possui hoje em dia, gosto mais da sua tradução antiga: sacrifícío  = sacro ofício, ou seja, divino trabalho... algo pessoal que fazemos para e por Deus, sem esperar nenhum ganho ou reconhecimento com isso. Como não acredito em chantagem com o Todo Poderoso (nem com seus santos e anjos e a turma toda), faço isso sem pedir nada em troca (não sou uma criança mimada nem birrenta, kkkk), é só para agradecer mesmo tudo de bom que a vida me deu. Simples assim. No mais, uma detox (desintoxicação) após os excessos do carnaval não mata ninguém. O aparente sacrifício acaba fazendo bem é para euzinha mesmo. Físico limpo e mente afiada com 10 minutos de meditação diária. Só não vou cortar doces e bebidas alcóolicas em geral porque nesse meio tempo tem o meu aniversário (40: viva eu!) e não quero quebrar a promessa no dia da festa.
Então fica assim: NO COKE, NO CHOCOLATE & NO BEEF.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Falaê...

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...